27 de agosto de 2013

É Tudo no Tempo de Deus


Acordei assim, decidido! Sabe quando você levanta da cama e já logo pensa: Chega! E começa a fazer perguntas para si mesmo do tipo: Pra quer ficar perdendo tempo com algo que não vai pra frente? Pra que ficar alimentando esse coração de ilusão? Pra quê? Eu sempre soube que, quando um não quer, dois não fazem. Ficar insistindo por um abraço, por um carinho e implorando pra pessoar ficar, é perca de tempo meu bem. Se ela te quer de verdade, ela fica, sem cobrança. Por livre e espontânea vontade. A gente precisa, de qualquer forma, jogar no ventilador algumas situações, para que elas se definam, negativa ou positivamente. Mas que tenham uma só posição. A nossa vida não vai depender só daquela pessoa. A gente tem que por na cabeça, que pra ser feliz, precisamos, primeiramente, nos amar. Amor próprio é o que falta hoje em dia. Já experimentou amar? Amar de um jeito certo, de um jeito verdadeiro, de um jeito simples. Amar é tão bom. Mas muitas pessoas tem um medo danado disso. Amar não dói menina. Amar é sorrir. Amar é ser feliz. Já que não está pronta para amar alguém, ame a vida. Ame o seu sorriso, ame o seu abraço, ame o seu coração. Amor próprio, é tudo. Muitas pessoas se desesperam para amar. Pois encontra uma pessoa qualquer hoje e já se entrega de bandeja. De corpo e alma. Mal sabe que está caindo numa cilada, ou então, até mesmo, numa boa. Por que, quando é pra ser verdadeiro, a gente percebe. Não haverá lugar para onde correr, para pular, para fugir. Por que, quando o coração quer, quando o coração fala mais alto. Já elvis. É buuuum. É flecha atirada, pois não volta mais. Se for bom, agradeça. Se for ruim, agradeça também, como experiência. O bom é quando Ele faz as escolhas certas. O amor, quando tem de acontecer, sabe nos encontrar. E quando tudo se encontra, é lindo. Nós percebemos quando será verdadeiro, apenas por um beijo. Um abraço. Um olhar. Há olhares sinceros, há abraços fortes, há beijos molhados, que nos encantam. E no outro dia, a gente acorda sorrindo e com vontade de repetir tudo aquilo novamente. Mas para concluir, nada na vida é eterno. Tudo, um dia, chega ao fim. Coisas boas ou coisas ruins, tem o dia certo de acabar. Tem namoros que são perfeitos pelo fato de não ter sido eterno… pois ficaram as boas lembranças, os sorrisos compartilhados, a saudade intensa… não da pessoa, mas de uma felicidade que se teve no momento. As pessoas passam por nossas vidas, e isso é lindo. Algumas deixam marcas, outras, passam despercebida. Algumas deixam aquela vontade de viver tudo aquilo de novo, outras, nem o número deixa. Despedidas fazem parte de reencontros, recomeços, novos amores, novos momentos… pessoas são passageiras, e mesmo que durem uma vida, um dia chegaram, um dia preencheram um espaço vazio que outra deixou. E no meio de tanta gente que não presta, sempre aparece alguém que vale à pena. Mas hoje eu acordei querendo abrir um zíper nas costas e sair de dentro de mim mesmo. Porque, dentro de mim, não era um bom lugar para estar. Sabia que esse dia iria chegar, e que tudo aquilo que eu sentia no momento, era só no momento e que não ia sentir mais. Sempre soube disso. E digo sempre: Se tudo aquilo que você sonhava com a pessoa não deu certo garota, relaxa. Não se desespere, não se mate por dentro e nem corte os pulsos. Recomece. Aprenda a não criar expectativas onde não tem nada, não adiante os passos. As coisas só dão certo para quem curte o momento. Porque os momentos são únicos. Há momentos magníficos e são raríssimos, saiba aproveita-los. Se o sonho que sonhava virou pesadelo, acorde, e sonhe tudo de novo, sonhe tudo outra vez, mas com outra pessoa. E sei que haverá muitas e outras oportunidades de ser feliz ao lado de alguém. E se acontecer de novo, prometo em dizer sempre na manhã de domingo: Não se vá meu amor! Pare, pense e fique. Quem sabe um dia qualquer, por descuido ou poesia você goste de ficar.
Fernando Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário