27 de agosto de 2013

Mulher Toda Perfeitinha


Dessas a gente acaba desgostando rápido. Não é papo furado não, é verdade. Sabe aquela mulher que se preocupa mais com a sua beleza do que com o que tem que fazer? Do que tem que se conquistar? Aquela mulher que faz escova todo dia? Que se esconde atrás da maquiagem? Que passa o dia inteiro se olhando no espelho? Que a gente marca um dia de sair com ela, mas ela não vai porque nenhuma roupa ficou boa em seu corpo? Sabe esses tipos de mulheres? Então, é chato pra caralho. É meio paranoico falar assim, mas é verdade. Mulheres assim é problema! O bom é mulher sincera. Mulher segura de si. Mulher de verdade. Sabe? Pode até ter uns quilinhos à mais. A gente não liga pra isso. Celulite? Isso a gente deixa de lado. Não fez escova hoje? Não importa. Pode até falar uns palavrões, nos xingar, mas adora fazer um sexo no sofá. Porque quilos, celulites, cabelo bagunçado têm sempre uma solução. E às vezes nem chega à ser um grande problema assim, quando existe amor. Eu, por exemplo, gosto de mulheres bagunçadas. Sabe? Desajeitada bonitinha. Que não se preocupa se vai estar feia ou bonita para sair comigo. E que ela pense que o importante é estar comigo. Que não se preocupa com dinheiro. Com o lugar onde estiver. Gosto de mulher que diz tudo na lata e não importa o que os outros vão pensar e vive a sua vida como tem que viver. Há vários tipos de mulheres por aí, mas uma Mulher segura de si, comportada, engraçada. Que tem uma personalidade incrível. Que tem potencial, postura, responsabilidade. Sorriso sincero, abraço apertado. Tem aquela timidez e ousadia ao mesmo tempo. Nós Homens… Eu por exemplo, não resisto. Entre todas essas características abordadas anteriormente, se não houver isso numa mulher, saia de perto. É perdição. Hoje em dias as mulheres estão se preocupando mais com o seu exterior do que com o seu interior. Mal sabem elas, que o lado bonito, de qualquer pessoa, tanto homem, quanto mulher, é o lado de dentro. De dentro. Não adianta você se enfeitar toda para agradar um outro alguém. Se a pessoa gostar de você, ela irá gostar do jeito que você é. E não do jeito que você pensa em ser. Era preciso que alguém fosse de mulher em mulher anunciando: ser bonita, ter uma bunda enorme, os peitos cheios, não interessa. Seja interessante. Interessante. Homem gosta de mulher interessante. Certo? Tenha um bom papo para trocar. Uma cabeça consciente. Um sorriso sincero. Um abraço verdadeiro. Passa à ter confiança em si. Seja segura. Seja simpática. Humilde. Homem que é Homem gosta é disso. Agora quem gosta de bundas enormes, peitos grandes, mulheres que não decide o que quer, que não tem personalidade é moleque. Moleque! Digo assim: moleque não presta. Mas se você saber cuidar do seu moleque e fazer ele virar um Homem, ele dá sempre um jeito de não cair nas tentações da vida. Porque moleque não pode ver uma mulher com o peitinho cheio, com a bundinha redonda, com as pernas dura que já quer pegar. Agora, se o seu Homem te trocar por bundas e peitos na rua é porque você não dá conta menina. Então não adianta depois você ficar choramingando o seu amor perdido. Não garota, você não vai mudar ele. As pessoas não são fáceis de moderar. Existem Meninos e Homens e é nesse ultimo exemplo que você tem que investir. Não que isso a impeça de te magoar, mas é muito mais reconfortante saber que foi um Homem, que te acrescentou e amadureceu, mesmo que acabe te fazendo sofrer. Na hora isso não faz muita diferença, você acha ele um idiota. Um tremendo babaca. E fica xingando ele de tudo quanto é nome. Fica falando mal dele para as suas amigas. Mas acredite, depois de alguns meses quando você parar para pensar sem nenhum sentimento ruim dentro de si, de maneira objetiva fica claro que valeu à pena ter ficado um tempo ao lado do cara que você um dia chamou de idiota. Tenha certeza disso. Digo isso tudo, por experiência própria. 

Fernando Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário