27 de agosto de 2013

Uma Leve História de Amor


Eu te disse que sonharia com você, apenas pela certeza de que sua imagem linda, clara, fascinante jamais sairia da minha cabeça. É clichê falar que vivo pensando em você todos os dias, mas vivo. Vivo pensando. Penso para viver. Hoje antes de dormir, ao me deitar, estava pensando em ti novamente. Eu não sei se é sonho, não sei exatamente o que acontece. Mas aqui, dentro de mim, bem no fundo, eu te sinto sempre. Até quando durmo, sinto sua presença, sua voz, seu sorriso. Às vezes, quase sempre, evito pensar, mas não dá. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade. Porque demorou tanto para chegar? eu guardei um bom sonho pra ti. Essa noite toda, foi perfeita. Eu estive com você, da forma mais incrível. Toquei seu coração. Te dei o meu e recebi o seu. Mãos entrelaçadas. Pernas cruzadas. Carinhos trocados. Nós dois apertados. Ao amanhecer, sua imagem continuava nítida em minha mente. É possível sentir falta do seu beijo sem tê-lo? É possível lembrá-la todas as noites antes de dormir? Sentir sua falta, ausência de ti? Como dentro de um sonho, eu te tenho sempre. Depois, triste me lembro, é apenas um sonho. Lembro que não virá, mas pelo menos nele, somos um Só. Meio sonolento acabei acordando pelo vibrar do celular e era você. Era bem de manhãzinha, os pássaros ainda estavam cantando para o mundo. Peguei o celular e logo de cara deparei com sua foto linda e sua mensagem dizendo: ”Bom dia amor. Hoje eu sonhei que você sonhava comigo. E foi tudo bonito. Desculpa se eu te acordei essas horas da manhã com a mensagem, mas ao acordar a primeira coisa que eu pensei foi em você. Beijos e durma bem.” Na hora eu li e sorri. Me cobri com o cobertor, as mãos juntas juntei ao meu rosto e voltei a dormir. Sorriso tranqüilo. Feliz e satisfeito como sempre.

Fernando Oliveira.

Um comentário:

  1. uau lindo!..Fernando oliveira vc manja disso kk....da pra sentir um leve suspiro da pessoa que esta em minha mente

    ResponderExcluir