7 de julho de 2015

DEVORANDO LIVROS.


Fiquei quinze dias sem acesso a internet e dez dias sem o meu celular ativo. Notei que tenho uma outra vida aqui neste mundo obscuro, onde existe famíliares, amigos e uma paz tremenda à viver. Nessa ausência deste mundo viciante, dentro desses quinze dias, acabei devorando 5 livros enormes de meus escritores preferidos. Acho que quando nós nos sentimos meio que sozinhos e solidários assim, temos que nos entulhar de grandes histórias, felizes ou infelizes. Cá estou, forte nas palavras. Voltei com o coração entupido de inspirações. Comi muitas palavras estes dias que estou prestes à soltá-las neste vento frio que insiste bater. Estou musculoso de grandes e fortes histórias. A minha academia é a minha leitura. Os meus treinos são os meus livros. Achei que longe de tudo isso que nunca pensei em ficar sem um dia, seria perdido, e pelo contrário, foi mais que merecido. Foi uma paz. Um alívio que só eu sei. E aqui estou, desorientado e sozinho nesses dias chuvosos, aproveitando cada segundo sequer para me comunicar com os meus próprios livros e vocês ai, parada no tempo, insistindo em perder tempo amando a pessoa errada. Acordem amores, vão ler uns livros. Vão se alimentar de boas palavras, de lindas poesias, de novas canções, para então, amar-te.

Fernando Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário