7 de janeiro de 2016

UM DIA SEM SORRIR, É UM DIA PERDIDO.


Photo: Larissa Nunes.



A vida é previsível. Ela sempre me bate quando eu menos espero. Afasta pessoas que eu queria ao lado pra bem longe quando eu mais por perto quero. Mostra toda a verdade de quem era de mentira. Faz a gente vê a ''cara'' das pessoas que se escondiam atrás de uma máscara. A vida é bruta, sim, e temos que estar preparados para todas as suas curvas, ciladas e obstáculos. Eu caio, levanto, e sou derrubado outra vez. Algumas situações a vida acaba me ensinando, outras, vou ter que aprender nem que seja na marra. Mas eu, neste tempo de estrada da vida, aprendi que; aquilo que vale à pena, não cai do céu. A gente pode chegar um dia à ser feliz, mas a vida vai nos ensinar a fazer por merecer. 

Tem dias que dá até mais vontade de sorrir, de abrir o coração e de sair por aí dando um monte estrelinhas pelas ruas do bairro de tanta alegria. Tem coisas que a gente nem precisa demonstrar para os colegas de trabalho, pra família, pro melhor amigo o que estamos sentindo que eles já notam na hora só pelo nosso olhar feliz, nosso jeito bonito de se vestir, de andar, de conversar e sorrir; percebem aquela felicidade tranquila que tá nascendo novamente dentro nós, não é? Não preciso estar apaixonado para estar bem, é só uma alegria tremenda de estar feliz com si mesmo, sabe? Tipo, uma felicidade merecida? Você me entende? Tá tudo indo bem agora. Aos trancos mas estou indo. Neste mundo onde as pessoas não dão o devido valor pelo que eu possa oferecer, amar-me é a minha única salvação. E cá entre nós, o mundo não tá tão perdido assim... ainda dá tempo de eu ser feliz. 

Mesmo que a vida não esteja - lá essas coisas - jamais vou deixar de me amar e sorrir. Jamais vou deixar de me querer ou desistir. Jamais vou me abalar diante de um pequeno ou qualquer obstáculo. Sou forte, eu sei. Sou grande, claro. Sou corajoso, sempre. Tenho uma vida saudável que não vale à pena ficar reclamando por que um simples dia não tá sendo bom do jeito que eu quero. Vai ver é só o dia ruim e não a vida toda. Ainda tem muitos dias de sol para nascer e lágrimas para serem guardadas. Tá cedo demais para reclamar da vida e desistir. Eu sei que não é todo dia que nasce o mesmo sol e só de vez em quando surge um lindo arco-íris. Se pintar uma tempestade cabulosa ou um dia de frio tremendo, tenho que respeitar e encarar. Assim é a vida: altos e baixos.

Hoje acordei mais cedo, passei o café e programei o meu dia só para fazer coisas boas. Ontem foi um dia péssimo e estava sufocado de saudade. E o que rolou ontem já se foi. É passado. Acordei nesta manhã querendo distribuir sorrisos por aí. Me sinto leve e curado. Achei que nunca fosse fugir/escapar de um labirinto que não tinha mais saída. Demorou, lutei e consegui. Fui ao encontro do meu Eu e me encontrei. Tô até com a pele mais limpa, um pouco mais bonito, o sorriso mais largo e a vontade de viver está enorme. Meu Deus!!! E ainda tem gente que se entristece por qualquer coisa, sendo que existe tantas pessoas que estão passando por coisas piores e não reclamam tanto assim da vida, e pelo contrário, vivem agradecendo. Já existem pessoas que tem tudo na mão, mas fazem questão de falarem que tem uma vida ruim. Acordem!!! Ainda dá tempo de ser feliz, nem que seja só por uma manhã de um novo dia. E tá na hora de eu aproveitar esses sorrisos que estão nascendo em mim antes que alguém o roube. Por que pra rir de mim tem muitos, mas para rir comigo... são poucos.


Fernando Oliveira.

Um comentário: