18 de abril de 2016

UM VAZIO BEM PREENCHIDO. [+18]


Photo: Bella Silva e Márcio Silveira

- Cara, tava precisando disso, sabe, de me sentir Mulher, satisfeita, realizada. Fazia tempo que eu não me sentia assim, pois meu ''relacionamento'' anda tão mal que eu já não sei mais exatamente o que é. Se é que posso chamar isso de ''relacionamento'', né! Eu tava precisando de correr um risco, adrenalina e perigo tudo ao mesmo tempo. E olha... que perigo gostoso! Não me julgue! Tudo isso aconteceu porque eu quis e tive vontade de fazer. Não foi nada em vão e nem pra descontar a raiva da minha relação. Faz tempo que a gente conversa e eu sempre fui curiosa de você e querer saber o que você tem ai de ''melhor''. Em cada conversa me despertava vontade e tesão ao mesmo tempo. Sua atenção era maravilosa nos meus dias tristes pois você conseguia me tirar sorrisos quando eu só queria chorar. Essas horas, aquele otário também deve estar com outra, mas que se foda, eu estou em boas mãos. É bom ter uma noite de loucura assim; eu precisava. E o vazio que ele deixou aqui dentro você preencheu. Obrigado, moreno.

- Ninguém mandou ele ser ausente e deixar uma mulher do seu tipo ''livre e solta''. Você não é boba, eu sei muito bem disso. Eu não falei pra ele te trocar por uma puta na rua, nem sair por ai comendo outras mulheres. Eu não, jamais falaria isso pra ele. Não pedi pra ele te dispensar, eu até apoiaria vocês dois, mulher igual você o cara não tem que largar nunca. Burro, babaca e vacilão. Perdeu muita coisa.

Eu também não forcei você a conversar comigo e me dar liberdade. Jamais, nunca fui de forçar ninguém. Não implorei pelas suas mensagens e pela sua atenção na madrugada, as conversas foram apenas ''fluindo''. Não foi? Não te provoquei de propósito fazendo você ficar com vontade e curiosidade de mim. Isso é chato, pois o nosso papo foi acontecendo tão naturalmente que quando eu fui ver, era eu que estava curioso e com vontade de ti. Eu tenho culpa? Você tem? Não. Quem tem culpa é ele, o seu ex-namorado, ex-noivo, ex-seiláqueporraqueé de não dar conta de uma grande mulher e dar espaço para outro cara preencher.

Você sabe como sou discarado e discreto. Não meço palavras, falo o que me vem na mente e ponto. Você me conhece, sabe o meu jeito e até algumas coisas que eu gosto. Não sou de me achar, só sou um moreno alto e gostoso. Gostoso na cama, claro. Não tenho braços fortes e nem cabelo liso de playboy. Sou careca e moreno da barba rala. Não digo que sou profissional do sexo, mas tenho muito conhecimento do assunto e sei por muita coisa em prática. Ah, vai; sou experiente mesmo nessa porra! Não me acho o perfeitão, o pica de mel, o transão, mas te garanto prazer só com um beijo molhado. Não sou ator porno mas faço boas cenas de improviso na cama. O sexo é improviso. É criatividade com loucuras. Não sou o safado, tarado e pilantra, é que eu gosto muito mesmo de foder.

Não sou o cara perfeito pra você, mas tenho certeza que te fiz ficar à vontade e gozar gostoso enquanto você sentava no meu pau. Não sou um cara forte, musculoso, bombado, mas tenho certeza que a sua bunda eu deixei toda marcada enquanto te fodia de bruços puxando-a pelo cabelo. Não sou o mais gostoso que você já transou, certeza, mas tenho um pau delicioso que você não parava de chupar. Não tenho aquela barriga de tanquinho que você adora mas tenho minha barba rala que passei no seu ombro enquanto sussurrava no seu ouvido que iria te foder todinha. Não sou bom em tudo na vida, mas vi que adorou quando te puxei pelo pézinho e te virei de costas para olhar sua bunda e distribuir em cada banda dela; alguns tapas. Não sou profissional do sexo oral mas eu amo chupar uma boceta. E não teve coisa melhor de ver você se entortando toda na cama enquanto minha língua passava no seu grelo querendo entrar na sua boceta quentinha enquanto dedava devagarinho o seu cu. Não teve tesão mais gostoso que te ver apertando forte esse travesseiro enquanto suas pernas descansavam em meu ombro e levemente eu passava a línguinha no seu cuzinho. Você gostou, eu senti.

Oh que maravilha, amanheceu e você ainda está aqui deitada em meu peitoral. Gostei da presença e saber que ficou à vontade ao meu lado. Agora mesmo estou lembrando das cenas de ontem. Você dá tão gostoso de 4. Fiquei louco quando você ficou empinadinha e com a cara no colchão tentando morder enquanto eu te fodia com força. Você sentando é a melhor. Tem um rebolado do caralho! Confesso que ver você sentando com essa boceta toda molhada me deu uma puta vontade de gozar mas só segurei porque eu queria mesmo era gozar na sua cara. E foi isso. Que delícia foder com você em todas aquelas posições e no finalzinho ver você de joelinho me pedindo leitinho na boca com essa cara de cachorra. E gozei mesmo. Tudinho na sua cara. Na sua boca. E até escorreu um pouco sobre seu peito. E olha, por favor, faça mais isso; de pegar o gozo com o dedo e por na boca. Filha da puta!!! É gostoso demais ver isso. 

O sol já está nos dando bom dia e eu preciso ir embora. Tenho algumas coisas para fazer e você também. Amei essa noite, claro, foi incrível. Você me surpreendeu. Sabia que você tava precisando relaxar e tirar o stress da sua relação gozando pra mim. Agora eu quero que você vai lá e dê bem gostoso pro seu ''sei lá o quê'' pensando em mim e no meu pau. Dà um beijo nele pra ele sentir o gosto do meu gozo que derramei na sua boquinha. Deixa ele ver as marcas da minha mão que ficou na sua bunda. E se ele perguntar quem foi, apenas sorria e pensa em mim enquanto ele te fode de 4. E óh, fala pra ele te dar mais atenção, porque o vazio que ele deixou em você eu acabei preenchendo de muita porra. Muita. Entendido? Fala pra'quele babaca que você não é de se brincar, e que se ele quer te fazer como briquedo, tem outro agora que brinca sério e bem melhor hahahaha.

- Hahahaha. Certo, moreno! Você é foda. Sabe exatamente como tratar uma mulher na cama. Sabe do que ela precisa, do que ela quer e deseja. Dele eu não quero mais nem saber depois dessa foda intensa contigo. Quero que ele se foda, literalmente. Tanto é que nem lembrando dele eu estava, só o que vem na cabeça é a imagem do seu pau grande, grosso e veiudo que me fodeu a noite toda. Porra, ainda sinto o gosto do seu gozo na minha boca. Que delícia! Se eu ficar com esse gosto até hoje à noite, já vou querer dar pra você amanhã mesmo, seu gostoso. Mas vem cá, quando te vejo de novo? Eu quero mais que isso!

- Pode deixar que amanhã mesmo eu volto pra te comer. 
Sem massagem e sem dó!

(Foi aí que ele foi embora de pau duro pensando nela. 
E ela foi embora com a boceta latejando pensando nele.)

Doidos para ''se foderem'' de novo.

Fernando Oliveira.

2 comentários:

  1. olhá que conto delicioso parece muito com uma noite q tive ,e me veio lembranças deliciosas .adorei vc bota pra fude amei amei

    ResponderExcluir
  2. Que delícia de conto! ��

    ResponderExcluir