27 de setembro de 2016

BOA NOITE, AMOR.



― Até que enfim você chegou, amor, tava te esperando. Pegou trânsito, né? É foda, aquele ônibus da a maior volta e aquela ponte vive parada. Ainda bem que chegou antes da chuva. Vem cá, entra. Preparei um café; tá lá no fogão. Na mesa tem pão de queijo, sei que você gosta, caso quiser comer, fique à vontade. E come logo, toma um banho pra relaxar e aahh, pra matar sua curiosidade, comprei aquele óleo de massagem com o sabor vanilla. Por ter tido um dia corrido, nada mais justo do que uma massagem pra acalmar os nervos. Se você entrar no meu quarto vai ver ele no criado-mudo. E vê se não bagunça a cama, deu um trabalho de fazer aquele coração em pétalas de rosas. E nem pense em mexer na garrafa de vinho com duas taças de cristal que estás ao lado da tv porque é capaz de você deixar cair no chão, né? Tá rindo de quê? Você as vezes é desengonçada mesmo. Para de rir, é sério! Dá um beijo aqui. Tá duvidando? Hahaha tá bom, vai, tô brincando amor. Juro que fui pra comprar as rosas mas o dinheiro não deu. Quase trouxe as taças de cristal mas só comprei o vinho. De boa, né? Tomamos num copo normal ou na garrafa. Sem exageros, pois sou um cara simples, e de exagero eu só quero o nosso amor. Óh, vai pro banho que vou te esperar na nossa cama. Digo que é nossa porque sem você sobra um espaço danado. E com a sua presença acaba preenchendo tudo; a cama, a vida e o coração. Vou por aquela música do Joe - I Wanna Know que te ensinei a gostar, que é ouvindo ela que eu quero matar nossa saudade. Ah, para de rir, meu! Esse seu sorrisinho me amolece todo. Não desacredite, você merece tudo isso. Hoje é seu dia. Aliás, não só hoje, mas todos os dias que eu ter você ao lado vou te fazer uma grande Mulher. Eu tenho o reconhecimento de tudo que você já me fez e ainda faz, então o que lhe faço hoje é tudo de coração. Eu agradeço à Deus por ter colocado você na minha vida. É clichê, eu sei, mas é de verdade. Do fundo. Nunca fui tão honesto com uma mulher assim, e se estou agindo dessa maneira, é porque você me fez ser o que sou hoje; um homem dos sonhos, verdadeiro, presente, atencioso e feliz. Hoje vai ser um dia calmo de muito carinho, cafuné, massagem no pé, nas costas e no coração. E no meio do cafuné, caso você dormir, te observo e te acordo só na matina com um bocado de beijos. Que é lá, na madrugada com o barulho da chuva, que vou te amar tomando um vinho ao som de Joe. Sim, isso mesmo, bem de-va-ga-ri-nho.

Fernando Oliveira.

Um comentário: